No aniversário de Zapata, 100 mil camponeses protestam no México

por Pedro Marin | Revista Opera

0
138
(Foto: @lajornada)

Milhares de camponeses e professores mexicanos realizaram nesta segunda-feira (8) uma manifestação na Cidade do México, em comemoração ao aniversário do revolucionário mexicano Emiliano Zapata, por mais apoio econômico ao setor agrícola e contra a política de cortes no campo proposta pelo governo mexicano.

A manifestação, que de acordo com a organização contou com a presença de mais de cem mil trabalhadores, teve participação da Frente Autêntica do Campo (FAC), União Nacional dos Trabalhadores Agrícolas (UNTA), Central Independente de Organizações Agrícolas e Camponesas (CIOAC), Coalizão de Organizações Democráticas Urbanas e Camponesas (CODUC) e Movimento Social pela Terra (MST), além de contar também com o apoio de professores ligados à Coordenação Nacional de Trabalhadores da Educação (CNTE), que há quase três meses organiza manifestações contra as reformas educacionais do governo Peña Nieto.

 

“O que estamos pedindo são mais recursos para o campo, essa é uma situação que o governo não considerou de maneira adequada […] No México temos terras e água suficiente para produzir os alimentos que os mexicanos necessitam. Por isso o objetivo dessa marcha, também, é que os cidadãos das grandes cidades vejam que não é possível que se siga comprando os alimentos para os mexicanos quando temos terra suficiente para produzi-los”, disse a manifestante Pilar Campos.