Em fábrica na Itália, Papa Francisco compara especuladores financeiros a mercenários

por Pedro Marin | Revista Opera

0
85
(Foto: Alfredo Borba)

Durante um encontro com operários em uma fábrica de aço no norte da Itália, no último sábado (27), o Papa Francisco criticou os especuladores financeiros e pediu dignidade ao povo trabalhador.

“A progressiva transformação do empresário em especulador é uma doença econômica”, disse Francisco, observando ainda que “o especulador é o mesmo que o mercenário, que não tem companhia e vê os trabalhadores somente como uma forma de obter lucro.”

Falando a cerca de 3,5 mil operários, o pontífice tratou também das dificuldades que os trabalhadores enfrentam em uma economia globalizada, e disse que vê uma “democracia em crise” em uma sociedade que “só vê valor no consumo e não entende o valor do trabalho e do suor.”

O Papa criticou ainda os altos índices de desemprego entre a juventude, dizendo que se está “hipotecando o futuro” de uma geração inteira. “Sem trabalho se pode sobreviver, mas para viver o trabalho é necessário”, disse o líder religioso.