Ex-ministro de Defesa da Ucrânia faz chamado por ataques terroristas na Rússia

por Pedro Marin | Revista Opera

0
74
(Foto: Cherie A. Thurbly/DoD)

O ex-ministro de Defesa da Ucrânia entre 2005 e 2007, Anatoliy Hrytsenko, fez um chamado nesta segunda-feira (3), durante entrevista ao canal 121 Ukraina, por ataques terroristas contra a Rússia, em resposta à morte do membro da direção do setor de inteligência do Ministério da Defesa da Ucrânia, Coronel Maksim Shapoval, na semana passada.

Shapoval foi morto por uma explosão em seu carro, mas até o momento as investigações não apontaram nenhum suspeito. “Se isso se trata de fato de guerra para o presidente [da Ucrânia, Petro Poroshenko], e não somente de um jogo, isso significa que para cada carro que explode em Kiev ou Mariupol, dois carros deveriam explodir em Taganrog ou Moscou”, disse Hrytsenko, que é também líder do partido “Posição Civil”, que apoia o uso de força como solução para o conflito no leste do país.

Hrytsenko iniciou sua carreira política em 2004, trabalhando no programa eleitoral do ex-presidente Viktor Yushchenko (2005-2010), e foi apontado para o cargo de ministro da Defesa pela primeira-ministra Yulia Tymoshenko, posição na qual continuou durante os mandatos dos primeiros-ministros Yekhanurov e Yanukovich. Ele concorreu à presidência nas eleições de 2014, e recebeu 5,48% dos votos, ficando com a quarta posição.