Gaza vive “dramática crise humanitária”, diz chefe da ONU

por Pedro Marin | Revista Opera

0
76

O Secretário-Geral da Organização das Nações Unidas, Antonio Guterres, disse nesta quarta-feira (30) que Gaza vive uma dramática crise humanitária.

“Ontem estive em Ramallah, hoje estou em Gaza, infelizmente, para testemunhar uma das mais dramáticas crises humanitárias que eu já vi nos vários anos trabalhando na ONU”, declarou Guterres, fazendo um chamado para que Israel encerre seu bloqueio de uma década contra a região.

De acordo com o Escritório para a Coordenação de Questões Humanitárias (ECQH) da ONU, o bloqueio israelense mantém mais de 1.8 milhões de palestinos presos em Gaza, muitas vezes sem acesso a tratamento médico emergencial. “O bloqueio piorou as condições de vida no enclave costeiro e fragmentou o território palestino ocupado e seu tecido social e econômico”, diz o ECQH.

A visita do Secretário-Geral e seus comentários ocorrem em meio a um período de aumento de tensão entre a organização e Israel. No começo da semana, a vice-ministra de Relações Exteriores, Tzipi Hotovely, ameaçou suspender o apoio e o financiamento do país à ONU. “Nós estamos buscando uma dramática mudança na forma como a ONU trata Israel. É hora de colocar a questão abertamente na mesa e encará-la de cabeça erguida. Se a ONU não mudar drasticamente seu comportamento, perderá tanto o apoio quanto o financiamento”, disse a representante no domingo, dia da chegada de Guterres a Israel.