CIA considerou operação de bandeira falsa para iniciar guerra com URSS, revela documento

por Pedro Marin | Revista Opera

0
936
(Foto: Vitaly V. Kuzmin)

Um documento dos arquivos relacionados à morte do ex-presidente norte-americano John F. Kennedy, aberto recentemente, confirma a existência de uma “operação de falsa bandeira” por parte da Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos (CIA) para justificar uma guerra contra a URSS.

O documento, que foi liberado com outros milhares em outubro, descreve um encontro ocorrido em março de 1962, no qual oficiais norte-americanos discutiram a sugestão do então procurador-geral Robert Kennedy (irmão do presidente Kennedy), que consistia em adquirir ou fabricar aviões que fossem similares aos soviéticos.

De acordo com o escrito, os aviões poderiam ser usados para “operações de engano, para confundir aviões inimigos no ar”, para “realizar um ataque surpresa contra instalações inimigas”, ou em uma “operação de provocação, na qual os aviões soviéticos aparentariam atacar instalações dos EUA ou de aliados, com o objetivo de dar aos EUA uma desculpa para intervenção.”

O documento diz ainda que, no caso dos aviões serem usados em tais operações, seria preferível que fossem fabricados nos EUA.

*Com informações da RT