Após repressão, Movimento Passe Livre promete novo ato em São Paulo

por Pedro Marin | Revista Opera

0
102
(Foto: Pedro Marin / Revista Opera)

O Movimento Passe Livre (MPL) prometeu realizar uma nova manifestação contra o aumento das tarifas em São Paulo, após a Polícia Militar ter reprimido o primeiro ato da nova jornada de lutas do movimento na última quinta-feira (11).

“Não vai ter paz em São Paulo enquanto a tarifa não for revogada”, disse Francisco Bueno, do MPL, ao UOL, que informa que o próximo ato será no dia 17, em frente à residência do prefeito de São Paulo, João Dória.

O ato de ontem teve início por volta das 17:00, em frente ao Theatro Municipal, no centro da capital. Os manifestantes – cerca de 10 mil, de acordo com o MPL, e 1.5 mil, de acordo com a PM – se dirigiram ao Largo da Concórdia, no Brás, onde começaram a se dispersar. Parte dos manifestantes , no entanto, tentaram entrar na Estação Brás do Metrô, onde realizariam um catracaço, mas foram reprimidos pela Tropa de Choque da PM com bombas de gás e balas de borracha.