Lavrov: EUA busca partição da Síria e desistiu da luta contra EI como “objetivo único”

por Pedro Marin | Revista Opera*

0
122
(Foto: U.S. Mission Photos / Eric Bridiers)

O Ministro de Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, declarou nesta quarta-feira (7) que os Estados Unidos aparentemente buscam uma política de partição da Síria. “É muito provável que os norte-americanos tenham tomado o caminho de dividir o país. Eles desistiram das suas promessas, dadas a nós, de que o único objetivo de sua presença na Síria – sem um convite do governo legítimo do país – era derrotar o Estado Islâmico”, disse o chanceler durante uma conferência em Sochi.

“Agora eles estão dizendo que vão manter sua presença até que eles tenham certeza de que um processo de ajustamento político começou, o que resultará em mudança de regime”, completou.

Leia também – A política dos EUA para a Síria: Um passo mais perto da guerra de larga escala

Os Estados Unidos atualmente têm cerca de 2 mil tropas estacionadas na Síria. Em dezembro, o Pentágono anunciou que as tropas continuarão no país por quanto tempo seja necessário. No começo do ano, o governo norte-americano anunciou a criação de uma “força de fronteira” de mais de 30 mil homens, formada por milícias curdas, nas fronteiras do país com a Turquia e o Iraque.

*Com informações da RT

A Revista Opera é um projeto independente, e, portanto, depende exclusivamente financiamento de seus leitores. Clique e colabore conosco!