Realizamos muito nestes quatro anos de existência: fomos o primeiro veículo brasileiro a enviar um correspondente ao leste da Ucrânia, fizemos dezenas de entrevistas, escrevemos centenas de artigos e publicamos, dia após dia, milhares de notícias.

Tudo isso foi feito sem nenhum vínculo com grandes empresas, partidos políticos ou ONGs. Prezamos pela independência e pelo jornalismo feito pelo ponto de vista do trabalhador – e por isso pagamos um preço.

Trabalhamos estes quatro anos sem salário – sempre que conseguíamos alguma quantia, era revertida no site, em reportagens ou envio de correspondentes. Sofremos diversos os ataques cibernéticos, o que constantemente derrubava o site e eventualmente o servidor inteiro – muitos vindos da Ucrânia, aliás; sinal de que incomodamos muito com nossa cobertura. E, por fim, tivemos de paralisar nosso trabalho, já feito com muita dificuldade, por um motivo banal: publicamos um artigo com uma foto sem autorização, e poderíamos enfrentar um processo.

Mesmo assim, decidimos retomar nosso trabalho, pela convicção de que é necessário construir uma alternativa à grande imprensa no Brasil. E, nesse processo, trazemos novidades:

A primeira é o novo site. Além de melhorar a experiência do leitor e nosso trabalho, é mais seguro, o que significa que não será derrubado com facilidade.

A segunda novidade é que temos novos colaboradores, o que garantirá uma cobertura diária mais completa, e possibilitará a criação de mais conteúdo – pensamos em fazer conteúdo em vídeo no futuro, por exemplo.

Por fim, fizemos uma parceria com uma pequena livraria e sebo de Praia Grande (SP), a Montanha Mágica Livros. Passaremos agora a fazer uma seleção de livros e postá-la na página da Loja da Opera. Em troca, parte do rendimento da livraria ajudará a Opera a expandir seu trabalho.