Coreia do Sul: Milhares protestam contra instalação de sistema anti-mísseis americano

por Pedro Marin | Revista Opera

0
145

Cerca de 5 mil sul-coreanos, em sua maioria camponeses, marcharam nesta quarta-feira (13) no condado de Seongju contra a instalação do sistema anti-mísseis THAAD, feita em parceria entre os governos do EUA e da Coreia do Sul.

De acordo com Seul e Washington, o Terminal de Sistema Defensivo de Alta Altitude (THAAD, em inglês), visa fazer frente a “ameaças regionais” (em especial da Coreia do Norte) e “proteger tropas americanas” estacionadas na região.

Os residentes e camponeses de Seongju, no entanto, acreditam que o sistema, que será instalado na região, pode trazer problemas de saúde, além de prejudicar a atividade agrícola – acusação que o governo sul-coreano diz ser “infundada.” Além disso, dizem que a decisão de instalar o sistema na região é nula, por ter sido feita sem consulta à população. Alguns manifestantes dizem ainda que a instalação do sistema pode elevar a tensão regional com a Coreia do Norte.

O governador do condado, Kim Hang-gon, também se opõe à instalação do sistema defensivo. “Se perdermos nossa preciosa terra para o THAAD, ficaremos envergonhados diante dos nossos ancestrais e decendentes”, disse Kim, que durante a manifestação escreveu uma carta endereçada ao governo com o próprio sangue.

Outras manifestações têm ocorrido em diversas localidades do país.

 

 

COMPARTILHAR
AnteriorVeja os candidatos à presidência da Câmara
PróximoRodrigo Maia é eleito presidente da Câmara dos Deputados
23 anos, é editor-chefe e fundador da Revista Opera. Foi correspondente na Venezuela pela mesma publicação, e articulista e correspondente internacional no Brasil pelo site Global Independent Analytics. Tem artigos publicados em sites como Truthout, Russia Insider, New Cold War, OffGuardian, Latin America Bureau, Konkret Media e Periferia Prensa. É autor de "Golpe é Guerra - Teses para enterrar 2016".