São Paulo: Pela sexta vez seguida, PM reprime manifestação contra Temer

por Pedro Marin | Revista Opera

0
282
(Foto: Mídia Ninja)

A Polícia Militar do Estado de São Paulo reprimiu, pela sexta vez seguida nesta semana, uma manifestação contra o governo de Michel Temer na capital paulista neste domingo (4).

O ato, convocado pela Frente Povo Sem Medo e pela Frente Brasil Popular, já estava em seu encerramento no Largo da Batata quando a Polícia começou a reprimir, com bombas de efeito moral e gás lacrimogênio, os manifestantes. O coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, estimou em 100 mil o número de presentes no ato.

Em resposta à repressão, alguns manifestantes formaram barricadas com sacos de lixo e fogo. “[A] PM de Alckmin reprime de maneira absurda manifestação pacífica após o encerramento no Largo da Batata. Querem nos intimidar! Não recuaremos!”, declarou a Frente Povo Sem Medo em sua página no Facebook.

“Queremos reafirmar também nosso direito à manifestação. É escandaloso o que foi feito pela Polícia Militar e pela Secretaria de Segurança, não só aqui [em São Paulo], nas manifestações dessa última semana”, disse Guilherme Boulos à Agência Brasil.