Argentina: Macri admite que Argentina está longe da alcançar pobreza zero

por Pedro Marin | Revista Opera*

0
136
(Foto: Casa Rosada/ Gobierno de Argentina)

presidente argentino Mauricio Macri admitiu nesta sexta-feira (30) que a Argentina “está longe” de alcançar a “pobreza zero”, depois de uma pesquisa revelar um aumento da pobreza no país.

“Em quatro anos é óbvio que não se alcança [a pobreza zero]. Nós convocamos um caminho. Esta não é tarefa de um governo”, disse Macri em resposta à divulgação da pesquisa do Instituto Nacional de Estatística e Censos da Argentina (INDEC), que revelou um aumentou de 32,2% de pobreza no país e 6,3% de indigência.

A declaração foi feita depois de Macri ter reconhecido os resultados da pesquisa, na última quarta-feira, dizendo que os números da pobreza “são claros e dolorosos”.

De acordo com a pesquisa, 6,3% dos argentinos não podem comprar alimentos básicos para sobreviver, o que se traduz em mais de 1,7 milhões de pessoas. O lema “pobreza zero” foi usado na campanha de Macri durante a disputa eleitoral argentina em 2015.

*Com informações da Telesur