Síria: Curdos anunciam plano para tomar Raqqa

0
229
(Foto: Onur Coban/Anadolu Agency)

Ontem (3), a coalizão curda SDF (Syrian Democratic Forces) anunciou planos para tomar a cidade de Raqqa na Síria. A cidade é dominada pelo ISIS desde março de 2013.

Ao leste da Síria, Raqqa consiste no bastião mais forte do ISIS atualmente. A cidade-chave mais próxima é Deir ez-Zor, dominada pelo Exército Árabe Sírio (EAS). Após a conquista de Palmyra, o EAS reduziu drasticamente as investidas em territórios ao leste e só exerce controle na região em Deir ez-Zor. Curiosamente, foi exatamente aonde a coalizão “anti-ISIS” liderada pelos EUA “errou” o alvo e bombardeou com jatos posições do EAS, matando mais de 60 soldados sírios, praticamente abrindo caminho para a consolidação do grupo terrorista no leste do país. Frente a iminente perda da cidade-base do ISIS no Iraque, Mosul, a liberação de Deir ez-Zor das mãos do Governo Sírio possibilita formar uma nova frente consolidada do ISIS no país.

Com a ofensiva do Exército Iraquiano em Mosul, o provável destino de fuga dos terroristas no Iraque é cruzar a fronteira para o leste da Síria em direção à Raqqa. Entretanto, se os curdos forem capazes de tomarem a cidade, representará uma grande derrota do ISIS no mundo inteiro, sendo expulsos do Iraque e perdendo a principal cidade do “califado” na Síria. O porta-voz do SDF, Talal Sello, disse que “o grupo está pronto e têm os números suficientes para iniciarem a operação em breve.”