Rússia exige explicações dos EUA sobre ciberataques do Pentágono ao Kremlin

por Pedro Marin | Revista Opera*

0
184
(U.S. Air Force photo/Capt. Carrie Kessler)

A porta-voz do Ministério de Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, exigiu que governo dos EUA se explicasse após a rede norte-americana de notícias NBC ter publicado uma matéria afirmando que o Pentágono obteve acesso às redes de energia e telecomunicações russas e ao sistema de comando do Kremlin, e que poderia realizar um ataque cibernético contra Moscou.

“Se nenhuma reação oficial da administração americana for dada, isso significaria que o ciberterrorismo de estado existe nos EUA. Se as ameaças de ataque, que foram publicadas na mídia dos EUA, forem levados à frente, Moscou teria a justificativa de cobrar Washington”, disse a porta-voz russa.

A NBC teria obtido acesso a documentos secretos do Pentágono e à confirmação de um oficial de inteligência dos EUA. “Oficiais americanos tem dito publicamente que a Rússia, a China e outras nações […] têm “preparado o campo de batalha” para ciberataques que poderiam desligar a energia [dos EUA] ou cortar o acesso à internet nas principais cidades. Assume-se que os EUA tem feito a mesma coisa contra seus adversários. Os documentos revisados pela NBC – junto de observações de um oficial sênior da inteligência americana – confirmam isso, no caso da Rússia”, diz a matéria publicada pela rede norte-americana de notícias.

Ainda de acordo com a matéria, os EUA poderiam realizar um ataque às redes russas “se considerar isso necessário”.

Na última sexta-feira o hacker “Guccifer 2.0” – que tem sido acusado de ser uma frente da inteligência russa – publicou em seu Twitter que monitoraria as eleições dos EUA “de dentro do sistema.”

*Com informações da RT e NBC