Coreia do Sul: Ao menos 200 mil marcham em Seul pela renúncia de Park Geun-hye

por Pedro Marin | Revista Opera

0
147
(Foto: ChongDae / WikipediaCommons)

Centenas de milhares de pessoas protestam neste sábado (12) em Seul, capital da Coreia do Sul, pela renúncia da presidente Park Geun-hye. De acordo a organização do ato, 850 mil pessoas fazem parte da manifestação – a polícia estimou o número de manifestantes em 220 mil.

A manifestação, que foi organizada por três partidos de oposição e grupos civis de esquerda, ocorre após a revelação de que a presidente sul-coreana teria compartilhado informações do estado sul-coreano com sua amiga, Choi Soon-sil, que teria participado de seleções de oficiais e de políticas contra a Coreia do Norte. Choi agora é acusada por abuso de poder e fraude. Além disso, uma funcionária de Park foi acusada por abuso de poder e extorção. As duas são suspeitas de terem coagido dezenas de empresas do país para que fizessem doações para fundações lideradas por Choi.

“Se a presidente Park continuar a ignorar as demandas e exigências do povo, o Partido Democrático fará uma grande campanha pelo impeachment de [sua] administração”, disse o líder do Partido Democrático, Choo Mi-ae, durante o protesto, que, de acordo com a agência de notícias sul-coreana Yonhap, já é considerada a maior manifestação da história de Seul.