Ofensiva em Alepo libertou 80 mil civis sírios, diz Rússia

por Pedro Marin | Revista Opera*

1
100
(Foto: Anna News)

A recente ofensiva por tropas do governo sírio no leste da cidade de Alepo e a captura da região nordeste da cidade possibilitou a libertação de 80 mil civis sírios que se encontravam sob controle de grupos terroristas, disse nesta terça-feira (29) o Ministério da Defesa da Rússia.

“Nas últimas semanas, ações bem-planejadas e cuidadosas das tropas sírias resultaram em um avanço radical. Metade do território controlado pelos militantes no leste de Alepo foi liberado”, declarou o porta-voz do Ministério da Defesa, General Igor Konashenkov, que disse ainda que “a coisa mais importante” é que cerca de 80 mil sírios foram libertados do controle de “terroristas de todos os tipos”.

Assista também: Posto Sul – A Guerra na Síria


De acordo com a ONU, que disse que a situação em Alepo é “alarmante e aterradora”, 16 mil civis já fugiram da cidade – dos quais milhares se refugiaram em áreas controladas pelo governo. “Estou extremamente preocupado com o destino dos civis por causa da situação alarmante e aterradora na cidade de Aleppo”, afirmou o diretor de operações humanitárias da ONU, Stephen O’Brien.

A ofensiva do Exército Sírio é considerada a maior derrota para os rebeldes desde 2012, quando se apoderaram de metade da cidade.

*Com informações da RT e AP

1 COMENTÁRIO