Venezuela rechaça possível acordo entre Colômbia e OTAN

por Pedro Marin | Revista Opera*

0
101
(Foto: Agência Brasil)

A Venezuela rechaçou nesta segunda-feira (26), por meio de comunicado de seu Ministério de Relações Exteriores, o anúncio do presidente colombiano, Juan Manuel Santos, sobre o início de discussões sobre um acordo de cooperação militar entre a Colômbia e a OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte).

“O governo venezuelano se opõe firmemente frente à tentativa de introduzir fatores externos com capacidade nuclear em nossa região, cujas atuações passadas e recentes reivindicam a política da guerra e violentam acordos bilaterais e regionais dos quais a Colômbia faz parte”, disse em nota o Ministério do Poder Popular para as Relações Exteriores da Venezuela.

A nota se refere a uma declaração do presidente colombiano na última sexta-feira (26), na qual informou que a OTAN concordou com a formação de um pacto para cooperação militar para coordenar o pós-conflito na Colômbia, depois do acordo de paz entre as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia – Exército do Povo (FARC-EP) e o governo ter sido ratificado pelo Congresso colombiano.

De acordo com o comandante das Forças Armadas da Colômbia, general Juan Pablo Rodríguez, o acordo visa fortalecer o intercâmbio de informações e aumentar a luta contra o crime transnacional, o terrorismo e o narcotráfico.

*Com informações de Telesur e El Espectador