EUA lança novo relatório acusando Putin por “campanha de influência” nas eleições

por Pedro Marin | Revista Opera

0
107
(Foto: Presidência da Rússia)

A Agência Central de Inteligência dos EUA (CIA), o FBI e a Agência de Segurança Nacional (NSA) divulgaram na última sexta-feira (6) um novo relatório sobre o escândalo dos supostos ciberataques russos à Convenção Nacional Democrata, durante as eleições norte-americanas, e a uma tentativa maior por parte do Kremlin em eleger Trump, prejudicando Hillary Clinton.

O relatório acusa o presidente russo de ter coordenado uma “campanha de influência”, por meio de suas agências de inteligência, veículos de mídia governamentais (RT), perfis pagos nas redes sociais e intermediários, para ajudar o candidato republicano Donald Trump a vencer as eleições no país neste ano.

Leia também: O Presidente Amotinado

Ele não apresenta nenhuma prova disso, no entanto, tendo em suas páginas a seguinte mensagem: “Esse relatório é a versão liberada de uma avaliação altamente confidencial; suas conclusões são idênticas às da avaliação altamente confidencial, mas essa versão não inclui todas as informações de suporte sobre elementos-chave da campanha de influência.”

O relatório diz ainda que há a possibilidade da Rússia “aplicar as lições aprendidas nesta campanha ordenada por Putin” para influenciar processos eleitorais em outros países.

O relatório completo pode ser acessado aqui.