Putin: “Tenho a impressão de que praticaram em Kiev e agora preparam um Maidan em Washington”

por Pedro Marin | Revista Opera

0
530
(Foto: Presidência da Rússia)

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, denunciou nesta terça-feira (17) a divulgação de um relatório que acusava o governo russo de estar chantageando Donald Trump, dizendo que se trata de uma “tentativa de minar a legitimidade do presidente-eleito”.

O relatório, que foi divulgado na íntegra pelo BuzzFeed na semana passada, dizia que os russos tinham imagens de Trump contratando prostitutas para urinar em sua frente na mesma suíte de um hotel em Moscou onde Obama havia anteriormente se hospedado. Além disso, dizia que Trump havia sido “preparado” por Moscou durante cinco anos. A publicação do relatório gerou críticas porque, à época, não se sabia sequer qual era sua origem.

Leia também: A Primeira Vitória do Novo Macartismo

“Eu tenho a impressão de que eles praticaram em Kiev e estão prontos para organizar um Maidan em Washington, só para não deixar Trump tomar posse”, disse Putin, fazendo referência ao golpe contra o presidente ucraniano Viktor Yanukovich, em 2014.

Ele também acrescentou: “Quando Trump visitou Moscou, vários anos atrás, ele não era uma figura política. Nós nem sabíamos de suas ambições políticas, ele era somente um empresário, uma das pessoas mais ricas dos EUA. Alguém acha que nossos serviços de inteligência vão atrás de cada bilionário americano? É claro que não, isso é burrice.”