“Quem gosta de brincar com fogo está destinado a perecer em chamas”, diz porta-voz norte-coreano sobre Trump

por André Ortega | Revista Opera

0
179
(Foto: Stephan/Flickr)

Um porta-voz do Ministério de Relações Exteriores da República Popular Democrática da Coreia disse na última terça-feira (25) que as atitudes do presidente norte-americano Donald Trump são “arriscadas” e estão “somente a um pequeno passo de acender o pavio da guerra total sobre a situação perigosa atual da península coreana”.

A declaração do porta-voz foi dada em resposta à Korean Central News Agency. A resposta reafirma as posições norte-coreanas de oposição e resistência às manobras norte-americanas, enfatizando o papel do programa nuclear para a segurança do país.

“Os Estados Unidos estão buscando máximo apoio doméstico e internacional para uma nova política de ‘maximum pressure and engagement’ [engajamento e pressão total] numa tentativa de isolar e sufocar a RPDC”, disse o porta-voz, que também se referiu ao briefing de Donald Trump realizado a portas-fechadas na Casa Branca com a presença de senadores e alto-oficiais.

O porta-voz disse ainda que as recentes posições norte-americanas e a ameaça nuclear de mais de 50 anos contra a RPDC empurram o país para as armas nucleares. “A presente realidade prova mais uma vez que a Coreia assumiu a linha justa no momento que decidiu ampliar o seu arsenal nuclear em qualidade e quantidade”, disse ele, que também descreveu a administração norte-americana de “ridícula e tola, sem o menor senso elementar da realidade”, por não compreender que a posição estratégica dos norte-coreanos teria se alterado nas últimas décadas, nem reconhecer a “vontade retaliatória multiplicada” do povo e dos soldados.