Maradona dedica vitória a Nicolás Maduro e critica Trump

por Pedro Marin | Revista Opera

1
768

O ex-craque argentino Diego Maradona dedicou a vitória do time do qual é treinador, o mexicano Dorados de Sinaloa, no último domingo, ao presidente venezuelano Nicolás Maduro.

“Eu quero dedicar esse triunfo a Nicolás Maduro e todos os venezuelanos que estão sofrendo”, disse Maradona. “Os xerifes do mundo – quem são esses ianques? – só porque têm as maiores bombas do mundo eles pensam ser mais avançados que nós. Não, não são”, completou. O ex-craque, que desde 2018 é técnico do Dorados, também criticou o autoproclamado presidente Juan Guaidó: “Esse fantoche que eles [os EUA] têm como presidente não nos engana.”

Maradona, além de ser um dos maiores jogadores da história, tendo levado a Argentina à vitória da Copa do Mundo de 1986, é um amigo pessoal de Nicolás Maduro. Ele também era próximo de Fidel Castro. Nas eleições de 2018, apoiou o líder venezuelano e declarou ser um de seus soldados.